Christian Dior

Primavera-Verão 2013 

Após sua difícil estreia ano passado, Raf Simons apresentou um requintado conto de fadas em sua segunda coleção para a Maison Dior.  Os vestidos ganharam destaque como obras-primas, ressaltando as clássicas silhuetas da marca: peplums simples, mas marcantes, cocktail dresses e ternos acinturados. Tops com estampa floral apareceram acompanhados de elegantes jaquetas. Simons demonstrou sua reverenciada capacidade de criar fluidez entre linhas rígidas. Saias volumosas, vestidos e luvas trabalhados com um delicado bordado floral ganharam destaque. O desfile teve um ar de inocência e nostalgia: a alta-costura tradicional trazida para o momento contemporâneo. Um sucesso para o que foi, segundo Raf Simon,  “uma difícil cobrança”.

camilla

Written by Camilla Harrison

Camilla is currently in her final year studying BA Fashion History and Theory at Central St Martins and is a freelance writer for a range of publications and websites, writing fashion, arts and culture. In the last year, Camilla has been archiving the garments and history of Margaret Howell.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>