Martin Margiela

Primavera/Verão 2012 - Margiela alcançou a fama com sua indumentária amorfa e esta vez não foi uma exceção, já que as enormes roupas engolfaram as modelos. Blazers cinza não possuíam mangas e os decotes posicionavam-se na horizontal dos pescoços das modelos. Um plástico protegia as jaquetas estampadas em tema persa – algo aqui lembrava os plásticos que protegem roupas dentro dos armários. O desenvolvimento do desfile era de trás para frente, assim as blusas e coletes brancos oversized pareciam estar do avesso: era possível ver a parte de dentro do zíper, mas não o zíper em si. Explicando, Margiela usou os moldes grandes da moda masculina e a adaptou ao formato feminino e as calças masculinas risca-de-giz exemplificaram isto. As grandes jaquetas em forma de capa invadiram a silhueta, assim como o fizeram os cabelos das modelos, deixando-as sem rosto. Saias longas de couro arrastavam-se no chão e os cardigãs enrugados foram desgastados com ferro de passar. O desfile foi mais conceitual que nunca.

Zoe Garton

Written by Zoe Garton

Zoe Garton was one of the first contributors to the Catwalk Yourself project. She has a fervour for fashion and graduated with a BA (Hons) in History at University College London. Zoe is responsible for our Ready-to-Wear and Haute Couture sections.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>