Yves Saint Laurent

Primavera/Verão 2011 – Por Stefano Pilati: a imagem burguesa desta coleção personifica uma coleção pró-consumidor. Foi bem típico da Yves Saint Laurent. Um conservador casaco Mac branco abriu a coleção; era apenas o começo da abertura deste negócio. Saias A-line pretas com blusas de manga-lanterna marcaram as roupas sensuais para o escritório, que tinham ainda um corte ousado nas costas. O sex appeal estava ali e também nos macacões pretos. As golas V profundas denotaram sofisticação e ousadia ao desfile, em cortes finos e compridos. Os ternos eram primitivos, com estética clean, tendo apenas um bolso, preto e brilhante, cortado e costurado, bem acima da fenda das saias, trazendo inovação. Os blockings típicos da década de 1970 também prevaleceram no desfile. Cintos finos e pretos destacaram-se como acessório-chave, marcando cintura em jaquetas ou saias. A suavidade veio na forma de vestidos de seda e saias de algodão com pregas. Franjas nas mangas e pregas nas barras dominaram o visual. Antes de tudo, notou-se o bom uso da tecido. O talento deu as caras em saias de pele, calças balonê de seda e vestidos leves de chiffon. Foi uma grande junção de tecidos sintéticos.

Zoe Garton

Written by Zoe Garton

Zoe Garton was one of the first contributors to the Catwalk Yourself project. She has a fervour for fashion and graduated with a BA (Hons) in History at University College London. Zoe is responsible for our Ready-to-Wear and Haute Couture sections.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>