Balenciaga

Primavera/Verão 2011 – Nicolas Ghesquiere re-inventou técnicas de costura para uma visão futurista. As modelos usavam cabelos penteados para trás com topetes ou rabos-de-cavalo, que compunham o look de meninas levadas. Este visual foi reforçado pelas peças de abertura:    roupas descontruídas e com aplicações. Isto, junto com as estampas improvisadas, criaram um ideal pós-moderno. Enfeites tortos nas rendas e tecidos de patchwork pareciam combinar com um cinto de couro deslocado. Tudo estava de acordo com o conceito de refração e reflexão com o qual Ghesquiere claramente brincou. Embora recorrentes na antiguidade, os florais (característica predominante nesta estação), trouxeram um toque clássico que apareceu na Balenciaga. Os florais foram combinados com blusas de bainhas contrastantes. O desfile terminou com vestidos futuristas. Desenhos geométricas nos tecidos combinados em composições nada comuns, com vestidos brancos e navy.

Zoe Garton

Written by Zoe Garton

Zoe Garton was one of the first contributors to the Catwalk Yourself project. She has a fervour for fashion and graduated with a BA (Hons) in History at University College London. Zoe is responsible for our Ready-to-Wear and Haute Couture sections.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>