Rick Owens

Outono/Inverno 2011-12 – De forma inspirada na Maison Martin Margiela, Rick Owens apresentou silhuetas desconstruídas. A coleção trouxe à passarela diversas formas, mas uma coisa é certa: a iniquidade sublinhou as roupas. Primeiramente, as roupas apareceram com um ar de “avesso”. Casacos de pele que deveriam ter forro em couro, tornaram-se casacos de couro com forro de pele. Além disto, o tema dos cavaleiros invadiu a coleção. Em vez de malha de metal, as modelos vestiam tecidos, mas as formas lembravam os tempos medievais. Luvas representavam protetores de mãos e redes nas cabeças faziam as vezes do restante da armação. Para permitir o movimento, bolsos de tecido foram cortados, revelando a pele das modelos: dedos saíam das luvas e cotovelos podiam ser vistos pelas mangas. As camadas foram elemento-chave com as botas na altura dos joelhos, culotes ou maxi-saias, túnicas de tricô e jaquetas, cada um formando um estrato diferente. Então, o preto ganhou os holofotes, confirmando a obscuridade do desfile.

Zoe Garton

Written by Zoe Garton

Zoe Garton was one of the first contributors to the Catwalk Yourself project. She has a fervour for fashion and graduated with a BA (Hons) in History at University College London. Zoe is responsible for our Ready-to-Wear and Haute Couture sections.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>